AmareloOuroPor Thais Decoussau

Hipotireoidismo – assunto para futuras mamães

#AMO por Thais Decoussau, Amo Mães, Papo de Mãe 25 de junho de 2015

Pedi que a Dra. Laura S. Ward, presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) de São Paulo, escrevesse um post nos esclarecendo sobre o risco do hipotireoidismo na gestação. Ouvi uma frase esse dias que dizia: ” Você deve entender muito bem se quer ter um filho ou ser mãe.” – realmente não basta só engravidar, mas você precisa se cuidar, abrir mão de algumas coisas, fazer concessões, desde o primeiro dia da gestação, aliás, desde o momento que resolve ser mãe! E isso não muda com o nascimento do bebê, ao contrário!!! Por isso achei interessante trazer para vocês este tema para que as grávidas que nos lêem possam conversar com suas médicas para entender seus riscos, seus quadros .. enfim, a ideia não é assustar ninguém, mas prevenir vocês e alertar para o cuidado de um pré-natal nota 10!!!!!

“Depressão, cansaço, falta de concentração, prisão de ventre ou ganho de peso sem causa aparente podem ser alguns dos sinais do hipotireoidismo. Uma doença geralmente mascarada por outros problemas e que passa despercebida por anos. Caracterizada pelo déficit na produção hormonal da glândula da tireoide, a patologia atinge cerca de 300 milhões de pessoas no mundo.

Responsável por um alto índice de infertilidade, o hipotireoidismo acomete até 10 vezes mais mulheres que homens. Ela pode fazer com a mulher deixe de ovular, além de tornar o ciclo menstrual irregular. Entre aquelas que conseguem engravidar, há um risco maior de aborto, parto prematuro e descolamento da placenta.

Embora o ideal seja detectar e tratar a doença antes da gestação, estima-se que cerca de 5% das mulheres grávidas desenvolvem hipotireoidismo1. Além disso, 7% das novas mães, que não tenham sido previamente diagnosticadas com a doença, podem desenvolver problemas de tireoide no primeiro ano depois de ter seu bebê1.

O hipotireoidismo materno traz consequências graves para o bebê, afetando o desenvolvimento físico e mental da criança, o que pode impactar a vida social e a habilidade de aprendizado ao longo da vida.

Apesar de poder ter um prognóstico ruim, quando a doença é detectada o acompanhamento com o endocrinologista e o controle adequado com medicamentos asseguram uma gravidez saudável e sem prejuízos para o bebê.

Existem diversas causa do hipotireoidismo, incluindo histórico familiar de problemas de tireoide, doenças autoimunes, remoção cirúrgica parcial ou total da glândula tireoide, tratamentos de radiação e dieta muito pobre em iodo. Porém, como os sintomas são muito comuns a outros problemas de saúde, dificultando o diagnóstico correto, é indicado uma triagem no primeiro trimestre de gestação.”

Referência:
1. 1 Watts T, et al. Confirmatory factor analysis of the thyroid-related quality of life questionnaire ThyPRO. Health Qual Life Outcomes, 2014; 12:126

Autora: Dra. Laura Ward, presidente regional da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) SP.

09

(imagens: einstein.br)

Tailândia para casais por Teresa Perez Tours – Ilhas

Amo Noivas, Lua-de-mel 24 de junho de 2015

Para encerrar as sugestões de lua de mel da Teresa Perez (clique) pela Tailândia, saímos do Norte (clique para ler o post anterior) e vamos fazer um giro por algumas praias e ilhas.

Vamos começar por Phuket, A maior ilha da Tailândia. Além de encantar por suas belezas, a ilha já foi considerada pelo NY Times o destino de luxo número 1 do mundo (clique para ler o post). Temperaturas agradáveis, areias brancas e céu e mar de um azul tão intenso que chegam a se confundir no horizonte. Seu território, coberto em grande parte por montanhas, proporciona uma bela vista deste verdadeiro paraíso.

Coragem e bravura fazem parte de sua história, que permanece viva através de seus simpáticos e hospitaleiros moradores. Variedade étnica e arquitetônica, cozinha saborosa e, como não podia deixar de ser, diversos templos budistas, também reforçam a atratividade da região, cujo destaque, sem dúvidas, está no charme de suas praias.
Em dezembro de 2004, a ilha foi atingida pelo tsunami que devastou grande parte da costa do Oceano Índico. Muito dos prejuízos causados pelo acidente natural, no entanto, já foram recuperados e a ilha voltou a desfrutar de sua tranquilidade e belezas típicas.

5.1 Phuket - Arquipélago de Kho Phi Phi

Para conhecer:
– Arquipélago de Kho Phi Phi: Localizadas entre Phuket e o continente, as ilhas Kho Phi Phi foram merecidamente escolhidas como cenário do filme A Praia. Pequenas e charmosas, essas ilhas oferecem cenários paradisíacos e são excelentes locais para a prática de mergulho e snorkeling.

Para se hospedar:

– Amanpuri: O Amanpuri fica em Phuket, a maior ilha da Tailândia, numa área de coqueirais à beira-mar. A areia da praia é branca, e as águas são transparentes. O resort conta com barcos para que os hóspedes explorem o Mar de Andaman.

P-02 5.2 Phuket - hotel Amanpuri

– Six Senses Yao Noi (Phang Nga Bay, arredores de Phuket): As villas e suítes estão em plena floresta e bem perto da praia. Cada uma tem sua própria piscina. Entre as atividades, há mergulho, passeio de iate, trilhas de bicicleta e aulas de boxe tailandês. O hotel fica a 30 minutos, em barco, de Phuket.

5.3 Phuket - Six Senses Yao Noi (2) 5.3 Phuket - Six Senses Yao Noi
Ko Samui
Distante 80km da costa leste da Tailândia, Ko Samui tem a metade do tamanho de Phuket e faz parte de um arquipélago de mais de 60 ilhas no Mar do Sul da China. Pacífica ilha de vegetação tropical, águas cristalinas e praias de areia dourada repletas de coqueiros e emolduradas por verdes colinas.
Destino tão apreciado quanto Phuket, por vezes ainda mais badalado, Ko Samui oferece atividades para todos os gostos: enquanto o endereço do agito noturno é a Ilha Ko Pha Ngan, a ilha Ko Tao é aclamada como um dos melhores lugares no mundo para a prática do mergulho. Praias badaladas e outras quase intocadas, cachoeiras e templos budistas, bem como bons restaurantes e agitados centros comerciais também fazem parte da vasta oferta de atividades que Ko Samui oferece. Enfim, um destino completo!

6.01 Ko Samui

Para se hospedar:

– Four Seasons Resort Koh Samui: No Four Seasons Koh Samui, o sol e a brisa do Golfo da Tailândia podem ser aproveitados na praia ou na piscina – tanto na de borda infinita do resort quanto na particular de cada villa. A paisagem de coqueiros ajuda a garantir o relaxamento.

6.1 Ko Samui - hotel Four Seasons 6.1 Ko Samui - Hotel Four Seasons (2)

Outras Praias que valem a sua visita:

Soneva Kiri (Koh Kood)
O Soneva Kiri é composto de 27 villas que se localizam entre a floresta tropical e o mar transparente, numa baía isolada. De dia, pode-se nadar, navegar, remar e descansar ao sol. Sob o luar, assistir a um filme no cinema ao ar livre do hotel.

7.1 Koh Kood - Soneva Kiri 7.1 Koh Kood - Soneva Kiri (2)
Phulay Bay, a Ritz-Carlton Reserve (Krabi)
O Ritz-Carlton Phulay Bay está num cenário de paz total, entre praias, florestas e cachoeiras. Cada villa e suíte tem jardim particular e vista para o mar. As crianças são bem-vindas. Elas se divertem em aulas de culinária, dança tailandesa e yoga.

6.2 Krabi - Phulay Bay, a Ritz-Carlton Reserve 6.2 Krabi - Phulay Bay, a Ritz-Carlton Reserve (2)

(imagens: teresaperez.com.br)

assinatura_tpt (3)

Festa Pic Nic

Amo Mães, Decoração, Festas

Estava fazendo e achei esta festinha Pic Nic do Studio Decor (clique) super charmosa! Nesta época de clima junino, a decoração tem cores que podem ser inspiradoras pra quem está montando um arraial, não é mesmo!?

A festa foi produzida no Buffet o Galpão. Para quem está pensando no tema, a ideia de usar diferentes decorações para os cupcakes fazem com que a mesa pareça um jardim colorido, lindo!!!!

decoracao_festa_picnic decoracao_festa_picnic1 decoracao_festa_picnic2 decoracao_festa_picnic3 decoracao_festa_picnic4 decoracao_festa_picnic5 decoracao_festa_picnic6

 

A mesa de doces

Amo Noivas, Dicas de Ouro 23 de junho de 2015

A mesa de doces é um capítulo importante em qualquer casamento! Geralmente são posicionadas na entrada da sua festa e isso pode significar o primeiro impacto que seus convidados terão da sua festa, além disso é o lugar onde as pessoas vão para conversar, bater um papo, comer um doce, geralmente lounges são montados em volta, ou seja, é sempre um lugar de parada! Além disso, certamente sua decoradora fará algumas fotos protocolares ali e por isso é sim importante pensar nela com carinho.

Para isso, vários detalhes devem ser levados em conta: a variedade de doces, a quantidade por convidados, as forminhas, a reposição dos doces, as peças e bandejas dos doces .. enfim… precisa sim ser pensada para que tudo saia como você sonhou, por isso, preste atenção nas dicas das meninas da Biscuit Eventos (clique) que valem a pena!!!

10 11

“Depois de curtir toda a gastronomia de um casamento a maioria dos convidados vai parar na famosa mesa de doces.
Para muitos a mesa de doces é o ponto alto de uma festa. A maioria dos casais gosta de investir bastante nesse espaço que já foi de mesa para sala de doces, gazebo de doces, enfim, para onde a sua criatividade mandar.
Para começar, um número razoável de doces seria sempre 6 por convidado. Para quem está suuuuper apertado, 5 pode ser suficiente. Menos que isso, sua mesa vai ficar pelada antes das fotos.
Pense que quanto mais variedades você tiver, mais o convidado vai querer experimentar, portanto se sua mesa for muito variada, conte umas 7 ou 8 unidades por cabeça.
A variedade básica:

- 2 tipos de chocolate,

- 2 tipos de frutas,

- 2 de amêndoas,

- 1 de ovo

- 1 de leite.

Com pelo menos estas variedades, você pode começar a pensar naqueles outros que você provou e amou. Pergunte à sua doceira (ou às doceiras) qual a saída de cada doce e lembre-se de consulta-la sobre como cada doce se comporta em cada situação. Por exemplo: doces de ovos para casamentos na praia podem ser uma roubada… Ela sempre vai saber se o docinho que você escolheu aguenta o transporte e o clima.
Escolheu os seus docinhos? Então, converse com o decorador para ver o tamanho da mesa que ele tem em mente e já pergunte sobre as bandejas. Tem decorador que coloca esse custo no projeto e outros pedem que você faça essa locação por fora.
Escolha com ele as forminhas dos seus doces. Cores e formas são muito importantes. Se você for empilhar seus doces, pense na melhor forminha para isso, se a forminha for diferente, veja com seu decorador se ela vai ficar legal na mesa e sempre, sempre veja a procedência do fornecedor se não for encomendar com a doceira. Pegue amostras para que ela aprove a higiene e o tamanho, pois o docinho pode não caber e nós não queremos ter surpresas desagradáveis, né?!
A medida do bolo é sempre de 70 à 100 gramas por convidado. Hoje em dia ele pode ser verdadeiro ou fake. Apenas pense na sua decoração, tudo deve combinar e os seus noivinhos tem que caber no último andar, portanto meça. Cuidado nunca é demais. Se seu bolo for falso, peça para a sua assessora te lembrar de qual é o andar de corte na hora da foto.
Por último, mas nunca menos importante: COPEIRAS! Nós costumamos indicar que seja contratada uma copeira a cada 1200 doces pelo menos. A copeira será a responsável pela reposição dos doces e pela higiene e organização da mesa. Essa figura é imprescindível para uma mesa de doces linda. Vale cada centavo do investimento e você muitas vezes pode contratar da sua própria doceira que pode pferecer este serviço.
Com tudo isso você terá a mesa de doces perfeita!!!!!!! ”

Dica da blogueira: eu fiz vários posts dando dicas durante a preparação do meu casamento sobre a mesa de doces. Para ler sobre o bolo, clique aqui, para ler sobre forminhas, clique aqui, para os doces clique aqui e para as peças aqui!

Festa do Fundo do Mar

Amo Mães, Decoração, Festas

Eu amei a ideia de encher a area da mesa de doces com boias de piscina no formato de tubarão e golfinho!!!! Além de ter ficado divertido, serem personagens do tema, os animais serem de boias estão super dentro do tema, não é verdade?

Outro destaque desta festa feita pela decoradora e cake designer Ana Claudia Marcon são os bicuits que foram colocados nas tampas dos docinhos de vidrinho e tubinhos além das forminhas cortadas a laser! Super charmosos e divertidos para festa de menino!!! Para se inspirar!

decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil1 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil2 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil3 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil4 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil5 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil7 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil8 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil9 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil10 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil11 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil12 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil13 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil14 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil15 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil16 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil17 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil18 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil19 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil20 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil21 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil22 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil23 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil24 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil25 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil26 decoracao_festa_fundo_do_mar_infantil27

Ficha Técnica:

Bolos , doces , decoração: Ana Claudia Marcon – calmarcon@hotmail.com

Biscuit: Carla Mattos
Papelaria: Yarte Brum
Painel: Emannuelle Decorações
Fotografia: Willian Souza

Dona de casa sem mistérios: o varal ideal

Amo Casa, Organização 22 de junho de 2015

Você pode achar esse assunto meio bobo, mas você já viu a quantidade de varais diferentes que você pode comprar?? Eu já fui comprar varal e fiquei até meio tonta com tantas as opções!!!! E de verdade, uma area de serviço organizada fas toda a diferença! Pode não ser impecável, mas precisa estar organizada e higienizada, afinal de contas, de casa ou apartamento, a area de serviço sempre está perto da cozinha e é um local de muito vai e vem, não é?! Além disso, existem roupas que por serem muito delicadas as vezes não podem ir para a secadora, outros itens que você npode não querer secar na máquina, enfim.. ter o varal certo para o seu espaço vai fazer diferença!

05

Então, vamos às dicas:

– Varal com cabo de aço: O varal com cabo de aço é o mais tradicional, principalmente para quem mora em casas com bastante espaço no quintal. Esse modelo necessita de duas paredes paralelas como suporte. As cordas são de pilipropileno, que podem ser encontradas em até dez metros de comprimento e podem ficar estendidas e presas por ganchos ou enroladas próximo ao canto da parede, quando não preciso usar o varal ou caso as cordas venham atrapalhar. No varal com cabo de aço pode-se pendurar desde peças delicadas e leves até outras mais pesadas. Também é uma ótima opção para quem quer aproveitar os horários de sol forte ou com aquele ventinho fresco para que as roupas sequem rapidamente. Hoje em dia, existem varais com uma estrutura em cada ponto do fio de aço. Desta forma você consegue recolher o varal sem precisar deixá-lo sempre estendido.

– Varal retrátil: Existe dois tipos de varal retrátil: o varal fixo na parede, sem ser suspenso, que tem de seis a oito varetas e pode ser fechado de forma que ocupe apenas três centímentros de espessura rente à parede, e o varal sanfona, que ao invés de baixar, fica recuado junto à parede por cerca de dez centímentros. A desvantagem do varal sanfona retrátil, é que sua estrutura lateral é mais frágil, por isso não é recomendado pendurar peças muito pesadas.

– Varal sanfonado: O varal sanfonado é do tipo estável devido ao seu tipo de estrutura. Ele não ocupa tanto espaço e é o mais indicado para áreas de serviços pequenas ou apartamentos. Ele é do tipo dobrável, ou seja, para utilizar basta abrir e depois fechar para evitar que ocupe tanto espaço no ambiente. Pode-se pendurar qualquer tipo de roupa, desde que não sejam peças tão pesadas, pois corre-se o risco de haver desequilibro e não é aconselhável pendurar peças que são compridas, pois podem arrastar no chão.

– Varal com pregadores: O varal com pregadores é ideal para pendurar peças menores e mais delicadas como roupas íntimas, meias e lenços individualmente. A grande vantagem é que esse tipo de varal já vem com os pregadores embutidos, como o nome já diz. Além disso, não ocupa tanto espaço, pois pode ser pendurado no varal comum e retirado quando quiser e ainda pode ser levado até mesmo para viagens.

– Varal de chão: O varal de chão tradicional, tem os pés em forma de “X”. Ele pode ser encontrado em modelos com abas superiores que abrem e fecham, tipo que garante que o utensílio não ocupe muito espaço na lavanderia ou em qualquer cômodo da casa, principalmente na hora de guardar. O varal de chão pode ser transferido para qualquer canto. Além do modelo tradicional, há ainda o varal com abas de abrir e de correr. Não é recomendado colocar peças muito pesadas e compridas se não bem distribuídas nas varetas, pois podem ocorrer desequilíbrio fazendo o varal virar. As mais indicadas para este tipo de varal são as roupas leves e pequenas.

– Varal individual: O varal individual pode ser instalado no teto e em caso de falta de espaço, também pode ser fixado na parede, uma ótima opção para usar em lavanderias pequenas ou apartamentos. Feito com varetas de alumínio que substituem a corda tradicional, o varal tem um mecanismo individual para abaixar e levantar as peças de roupas sem precisar mexer em toda estrutura. Existe uma variedade de tamanhos e modelos, a escolha depende do seu gosto e da medida do ambiente. Esse tipo de varal pode pendurar qualquer tipo de roupa, sendo necessário apenas não abusar das peças muito pesadas.

– Varal com manivela: Com um elevador manual fixado na parede, o varal manivela facilita o trabalho de levantar e abaixar sem fazer muito esforço. O varal é fixado no teto da lavanderia, sem comprometer o espaço do ambiente, por menor que seja. É muito fácil de usar esse tipo de varal, basta movimentar a manivela para que ela abaixe, pendurar as roupas e subir o varal novamente para que as peças sequem. No varal manivela é permitido pendurar qualquer tipo de roupa, até mesmo as mais pesadas, levando em conta que devem ser sempre estendidas individualmente para evitar acidentes. Todo mundo já teve um varal como esse na casa da sua mãe!!!!!!

– Varal elétrico: O varal elétrico é o modelo mais moderno e inovador. Além de prático, ele facilita a vida da dona de casa e é uma ótima alternativa para usar nos dias frios e chuvosos. O varal elétrico tem seis barras de aquecimento instantâneo, com baixíssimo consumo de energia e é desligado automaticamente após secar as peças na temperatura ideal e sem causar danos. Eke pode ser de teto, de parede ou de chão.

(fonte e imagens: dicasdemulher.com.br/ ;)