Você pode achar esse assunto meio bobo, mas você já viu a quantidade de varais diferentes que você pode comprar?? Eu já fui comprar varal e fiquei até meio tonta com tantas as opções!!!! E de verdade, uma area de serviço organizada fas toda a diferença! Pode não ser impecável, mas precisa estar organizada e higienizada, afinal de contas, de casa ou apartamento, a area de serviço sempre está perto da cozinha e é um local de muito vai e vem, não é?! Além disso, existem roupas que por serem muito delicadas as vezes não podem ir para a secadora, outros itens que você npode não querer secar na máquina, enfim.. ter o varal certo para o seu espaço vai fazer diferença!

05

Então, vamos às dicas:

– Varal com cabo de aço: O varal com cabo de aço é o mais tradicional, principalmente para quem mora em casas com bastante espaço no quintal. Esse modelo necessita de duas paredes paralelas como suporte. As cordas são de pilipropileno, que podem ser encontradas em até dez metros de comprimento e podem ficar estendidas e presas por ganchos ou enroladas próximo ao canto da parede, quando não preciso usar o varal ou caso as cordas venham atrapalhar. No varal com cabo de aço pode-se pendurar desde peças delicadas e leves até outras mais pesadas. Também é uma ótima opção para quem quer aproveitar os horários de sol forte ou com aquele ventinho fresco para que as roupas sequem rapidamente. Hoje em dia, existem varais com uma estrutura em cada ponto do fio de aço. Desta forma você consegue recolher o varal sem precisar deixá-lo sempre estendido.

– Varal retrátil: Existe dois tipos de varal retrátil: o varal fixo na parede, sem ser suspenso, que tem de seis a oito varetas e pode ser fechado de forma que ocupe apenas três centímentros de espessura rente à parede, e o varal sanfona, que ao invés de baixar, fica recuado junto à parede por cerca de dez centímentros. A desvantagem do varal sanfona retrátil, é que sua estrutura lateral é mais frágil, por isso não é recomendado pendurar peças muito pesadas.

– Varal sanfonado: O varal sanfonado é do tipo estável devido ao seu tipo de estrutura. Ele não ocupa tanto espaço e é o mais indicado para áreas de serviços pequenas ou apartamentos. Ele é do tipo dobrável, ou seja, para utilizar basta abrir e depois fechar para evitar que ocupe tanto espaço no ambiente. Pode-se pendurar qualquer tipo de roupa, desde que não sejam peças tão pesadas, pois corre-se o risco de haver desequilibro e não é aconselhável pendurar peças que são compridas, pois podem arrastar no chão.

– Varal com pregadores: O varal com pregadores é ideal para pendurar peças menores e mais delicadas como roupas íntimas, meias e lenços individualmente. A grande vantagem é que esse tipo de varal já vem com os pregadores embutidos, como o nome já diz. Além disso, não ocupa tanto espaço, pois pode ser pendurado no varal comum e retirado quando quiser e ainda pode ser levado até mesmo para viagens.

– Varal de chão: O varal de chão tradicional, tem os pés em forma de “X”. Ele pode ser encontrado em modelos com abas superiores que abrem e fecham, tipo que garante que o utensílio não ocupe muito espaço na lavanderia ou em qualquer cômodo da casa, principalmente na hora de guardar. O varal de chão pode ser transferido para qualquer canto. Além do modelo tradicional, há ainda o varal com abas de abrir e de correr. Não é recomendado colocar peças muito pesadas e compridas se não bem distribuídas nas varetas, pois podem ocorrer desequilíbrio fazendo o varal virar. As mais indicadas para este tipo de varal são as roupas leves e pequenas.

– Varal individual: O varal individual pode ser instalado no teto e em caso de falta de espaço, também pode ser fixado na parede, uma ótima opção para usar em lavanderias pequenas ou apartamentos. Feito com varetas de alumínio que substituem a corda tradicional, o varal tem um mecanismo individual para abaixar e levantar as peças de roupas sem precisar mexer em toda estrutura. Existe uma variedade de tamanhos e modelos, a escolha depende do seu gosto e da medida do ambiente. Esse tipo de varal pode pendurar qualquer tipo de roupa, sendo necessário apenas não abusar das peças muito pesadas.

– Varal com manivela: Com um elevador manual fixado na parede, o varal manivela facilita o trabalho de levantar e abaixar sem fazer muito esforço. O varal é fixado no teto da lavanderia, sem comprometer o espaço do ambiente, por menor que seja. É muito fácil de usar esse tipo de varal, basta movimentar a manivela para que ela abaixe, pendurar as roupas e subir o varal novamente para que as peças sequem. No varal manivela é permitido pendurar qualquer tipo de roupa, até mesmo as mais pesadas, levando em conta que devem ser sempre estendidas individualmente para evitar acidentes. Todo mundo já teve um varal como esse na casa da sua mãe!!!!!!

– Varal elétrico: O varal elétrico é o modelo mais moderno e inovador. Além de prático, ele facilita a vida da dona de casa e é uma ótima alternativa para usar nos dias frios e chuvosos. O varal elétrico tem seis barras de aquecimento instantâneo, com baixíssimo consumo de energia e é desligado automaticamente após secar as peças na temperatura ideal e sem causar danos. Eke pode ser de teto, de parede ou de chão.

(fonte e imagens: dicasdemulher.com.br/ ;)