Continuando nossas sugestões de lua de mel pela Tailândia, as dicas hoje ficam em Chiang Mai e Chiag Rai – norte do país.

Começando por Chiang Mai, centro cultural do norte da Tailândia, situa-se a 700km da capital Bangkok e é a segunda maior cidade do país. É cosmopolita, mas sem a agitação de uma grande metrópole e ao mesmo tempo suficientemente pequena para ainda manter o charme de vilarejo. S~~ao mais de 300 templos na cidade, e por esse motivo ela é considerada a capital espiritual da Tailândia.
O Centro Antigo da cidade, que foi fundada em 1296, está rodeado por um fosso e uma muralha fortificada construída há mais de 700 anos para proteger a cidade das invasões birmanesas. Hoje, um labirinto animado com muitos mercados, becos e belíssimos templos antigos.

O campo que rodeia Chiang Mai oferece uma ampla variedade de atrações: magníficos jardins e plantações de orquídeas, aldeias tribais da montanha, um centro de treinamento de elefantes em meio à selva e belezas naturais como cataratas, grutas e altos picos montanhosos. As aldeias que se encontram nos arredores são famosas pela produção de louça, madeira talhada, guarda-chuvas pintados, prataria, lacas, seda, algodão, além de uma variedade de outros magníficos objetos e por suas extensas terraças de arroz.

Para conhecer:

– Colina Doi Suthep e Templo Wat Phra That Doi Suthep: No alto da colina Doi Suthep, a 1.073 metros acima do nível do mar, localizada nos limites de Chiang Mai e com uma vista magnífica da cidade, se encontra o templo mais importante do município, o Wat Phra That Doi Suthep. Construído em 1383, seu chedi, de 24 metros de altura, é todo coberto de ouro. O acesso ao templo é feito através de uma escada de 300 degraus com uma grande serpente mítica de cada lado, ou por um bondinho. O templo guarda as relíquias sagradas de Buda.

3.1 Chiang Mai - Passeio Templo Wat Phra That Doi SuthepImagem15

– Wat Phra Sing: Um dos mais venerados templos da cidade, foi construído entre 1345 e 1400 pelo Rei Phayu, inicialmente com o objetivo de guardar as cinzas do Rei Kamfu, seu pai. De arquitetura típica sacra tailandesa, o templo consiste em uma tradicional capela em estilo Lanna com o telhado decorado com vidros coloridos. O local é palco de importantes cerimônias religiosas e abriga mais de 700 monges, especialmente gentis com os visitantes.
3.2 Chiang Mai - Passeio Wat Phra Sing

– Wat Chedi Luang: Originalmente construído em 1401, e expandido em 1454 para a impressionante altura de 86 metros, este templo foi destruído por um terremoto em 1545, permanecendo em ruínas até 1992, quando foi, então, parcialmente reconstruído. Exemplo da arquitetura típica do norte da Tailândia, possui o maior chedi de Chiang Mai.

Imagem14

Para se deliciar:

– Le Coq D’Or: Apresenta vários ambientes, todos elegantemente decorados, criando atmosferas distintas, porém sempre com o mesmo requinte. Localizado na antiga sede do consulado britânico, o Le Coq D’Or serve cozinha francesa desde 1960.
Informações: 11, Soi 2. Koh Klang Road. Nong Hoi. Chiang Mai. Tel: 66 53 141555.

– Just Khao Soy: Khao Soy é como se chama o prato favorito dos tailandeses, uma sopa com curry e massa, servida com diferentes opções de carnes e acompanhada de uma vasta oferta de condimentos. O restaurante sabiamente elevou a popular opção a um prato mais elaborado e bem preparado, servido na forma de uma paleta de artista.
Informações: 108/2 Charoenprathet Road. Chiang Mai. Tel: 66 53 818641.

Para se hospedar:

– Four Seasons Resort Chiang Mai: O ambiente é genuinamente tailandês. O Four Seasons Chiang Mai está à beira de um lago e cercado de plantações de arroz. O resort oferece aulas de yoga e gastronomia. À noite, há um espaço especial para jantares românticos sob o luar.

3.3 Chiang Mai - Hotel Four Seasons 3.3 Chiang Mai - Hotel Four Seasons (2)
– Dhara Dhevi Chiang Mai: Em meio à natureza, o Dhara Dhevi Chiang Mai tem uma estrutura semelhante à de belos palácios tailandeses. Há opções de atividades diárias para que os hóspedes sintam a cultura local em sua forma mais original. É possível participar do plantio de arroz, andar em um búfalo, aprender a fazer artesanato próprio da região, além de ter aulas de culinária típica tailandesa.

3.4 Chiang Mai - Hotel Dhara Dhevi Chiang Mai (2) 3.4 Chiang Mai - Hotel Dhara Dhevi Chiang Mai

E finalmente, Chiang Rai. A cidade possui aeroporto internacional, com voos inclusive saindo de Bangkok (tema do nosso primeiro post da série – clique para ler). Ela fica a apenas 180km de Chiang Mai.
Evidências de seu passado de glórias ainda são encontradas nessa cidade de onde brotaram as raízes do reinado Lanna, de grande influência no país. Antiga capital do reino, atualmente Chiang Rai pode ser considerada um paraíso para aqueles que apreciam as belezas naturais. Magníficos cenários de montanhas, misteriosas ruínas de povos antigos, intrigantes sítios históricos e imponentes templos budistas. As tribos locais, provenientes de várias etnias, cada qual com sua própria cultura, costumes e místicos encantos, caracterizam-se pela diversidade linguística e pela curiosa distinção das roupas das mulheres. Enfim, Chiang Rai convida a passeios para explorar a cativante região, fugindo dos grandes centros, em busca de calma e tranquilidade.

Para conhecer:

– Wat Rong Khun: Também conhecido como Templo Branco, há quem diga que este é o mais impressionante templo do país! Ao contrário dos demais, que traçam sua história ao longo de séculos, este magnífico local de orações foi construído recentemente, a partir de 1997. Nada convencional, seu o hall principal é todo branco, remetendo conceitualmente à pureza de Buda. Pequenos pedaços de vidro espelhados decoram as paredes de todo o exterior do templo, que, ao refletir o sol, causam um efeito hipnotizante. O templo faz parte de um complexo que ainda está em processo de construção, e no futuro compreenderá em nove prédios, incluindo um museu.
Informações: Aproximadamente 13km ao sul de Chiang Rai.

4.1 Chiang Rai - Passeio Wat Rong Khun

Para se hospedar:

– Four Seasons Tented Camp Golden Triangle: O Four Seasons Tented Camp Golden Triangle fica em meio à mata. Chamadas de “tendas”, as acomodações contêm todas as comodidades, de móveis de madeira a deck externo com banheira. O ponto alto é o passeio em lombo de elefante.

4.2 Chiang Rai - Hotel Four Seasons Tented Camp 05225-1

– Anantara Golden Triangle Elephant Camp and Resort: O Anantara Golden Triangle tem duas grandes atrações. A primeira são os elefantes. Os hóspedes vivem a aventura de cruzar a floresta no lombo desses dóceis animais. A segunda é a escola de culinária, com os segredos da cozinha tailandesa.

4.3 Chiang Rai - Hotel Anantara Golden Triangle Elephant Camp and Resort (1) 4.3 Chiang Rai - Anantara Golden Triangle Elephant Camp and Resort (2)

(imagens: teresaperez.com.br)

assinatura_tpt (3)