Para encerrar nossas dicas de viagem para os casais que pretendem uma lua de mel no Oriente, cheia de misticismo, hoje encerramos com as Montanhas Atlas.  Você pode sair de Marrakech e passar pela região que corta o interior de Marrocos, de nordeste para sudoeste. Elas chegam a ter 4164 metros de altitude e estendem-se também por terras argelinas e tunisinas.

Montanhas Atlas2

A cidade de Ouarzazate é considerada a porta de entrada para o misterioso Saara e possui uma paisagem incrivelmente contrastante, das montanhas de pedras escuras com aspecto lunar até os verdes oásis do vale do Rio Dra.
Ponto de início da rota dos kasbahs, antigas construções fortificadas. Engenhosos, os antigos habitantes da região construíram suas cidades atrás de muralhas de pedra ou de barro, que garantiam a proteção em locais que favoreciam as invasões, uma vez que o deserto é um campo aberto e desprotegido.

Muitos dos kasbahs foram transformados em hotéis, e o Ait Benhaddou foi classificado como Patromônio da Humanidade pela Unesco. A região também já serviu de set de filmagem de sucessos como Lawrence da Arábia (1962), Guerra nas Estrelas (1977), 007 Marcado para a Morte (1987), A Múmia> (1999), O Gladiador (2000), Cruzada (2005) e muitos outros.

Ait Benhaddou

Ait Benhaddou

Ouarzazate, no idioma berbere, significa lugar onde não se ouve nenhum som. Os principais atrativos da região são desfrutar do ambiente, fazer passeios típicos como os de mula pelo Vale das Rosas, caminhadas pelo Vale das Amendoeiras e admirar a imensidão das montanhas Atlas.

Ouarzazate 2

Vale das Amendoeiras

Vale das Amendoeiras

Para se hospedar, vale conhecer o Hotel Dar Ahlam, que busca inspiração nas histórias das Mil e Uma Noites para oferecer, na entrada do deserto marroquino, um oásis de tranquilidade e beleza. É ali, dentro de um autêntico Kasbah, nome dado às citadelas cercadas por muros, que os visitantes começam a desfrutar de toda a hospitalidade e serviços impecáveis do Marrocos. Cada um dos quartos tem uma personalidade própria e são tão confortáveis quanto belos. No restaurante do hotel, os hóspedes encontram uma gastronomia inspirada na França, e têm o paladar surpreendido.

darahlam darahlam Jardins Dar Ahlam

Outra cidade interessante de se conhecer na região é Imlil.
Imlil é uma pequena cidade, com belas paisagens durante o ano todo. Típicas casas marroquinas de cor avermelhada, entremeadas por árvores e plantações, têm como pano de fundo as Montanhas Atlas, que impressionam pela atmosfera mística, oferecendo uma das mais autênticas experiências no país.
A cidade fica a 1743 metros acima do nível do mar e é considerada a porta de entrada para o Parque Nacional de Toubkal, dominado pela cadeia de montanhas e onde está o pico mais elevado do norte da África. Destino ideal para quem procura atividades junto à natureza, calma e tranquilidade.

A indicação da Teresa Perez (clique) para se hospedar é o Hotel Kasbah Tamadot. Um sofisticado complexo murado localizado em uma encosta das montanhas Atlas. Decorado em estilo marroquino, este hotel possui restaurante que serve gastronomia internacional e uma impressionante carta de vinhos. A vista de tirar o fôlego é ainda mais bela por estar emoldurada pelos amplos jardins. Piscina aquecida com borda infinita, quadras de tênis e uma série de excursões são apenas alguns dos serviços oferecidos pelo requintado resort.

Hotel - Kasbah Tamadot3 Hotel - Kasbah Tamadot2 Hotel - Kasbah Tamadot1

Se vocÊ não viu nossas dicas para um roteiro especial em Marrocos, clique aqui para ler sobre Marrakech e aqui para ler sobre Casablanca.

assinatura_tpt (3)