Com a correria do dia-a-dia, trabalho, reuniões, clientes, eventos sociais, muitas vezes esquecemos de pequenos detalhes da alimentação,mas que fazem muita diferença. Estou falando dos famosos lanches intermediários.

06

Reduzir a quantidade de refeições ao longo do dia, ficar muito tempo em jejum por “falta de tempo” continua sendo um erro bastante comum na alimentação. Comer a cada 3-4 horas é essencial para manter o metabolismo acelerado, diminuir a sensação de fome até a próxima refeição, melhorar os níveis de colesterol e diabetes, diminuir circunferência abdominal, entre outros. Claro que, para atingirmos todos esses efeitos, são realizados pequenos lanches e nutritivos, nada de grandes calorias e sem valor nutricional.

Frutas e verduras, iogurtes, sanduíches leves, sucos e vitaminas, chás, cereais, barras de cereais, de frutas e oleaginosas, castanhas são boas opções de lanches e podem ser intercalados nos lanches da manhã e da tarde.

Elaborei algumas opções práticas de lanches tanto para o período da manhã como para tarde. São opções saudáveis e nutritivas para carregarmos na bolsa e sem a desculpa “falta de tempo”:

1. Damasco seco (3-5 unidades)+ 2 Castanhas do Pará

2. 1 porção de fruta (qualquer fruta)

3. 1 iogurte desnatado (100ml) + Farelo de Aveia (1 colher de sopa)

4. Queijo minas light (1 fatia media) + 3 damascos

5. 1 barra de mix de nuts

6. 1 barra de frutas + 1 queijo light

7. Cenoura baby (5 unids) + 3 castanhas do pará

8. Chips de batata doce (1/2 batata) + Cottage (1 c. sopa)

São inúmeras opções para variar… o importante é não cair em tentações e realizer as opções corretas. A orientação de quantidade e fracionamento desses lanches são muito individualizados, depende da necessidade metabólica de cada um.

Bons lanches e até nosso próximo post!!!!

A Dra. Gabriela Ghedini é nutricionista – CRN 3- 24422, especialista pela Escola Paulista de Medicina e Nutricionista da Clínica Genesis (Av Ibirapuera, n 2315 8 andar. Tel: 5083-4933)