Carboidratos? O vilão das dietas!!! Quando falamos em emagrecimento, a primeira chamada de atenção vem para este grupo alimentar, principalmente no periodo noturno. Quem nunca cortou o carboidrato do jantar achando que secaria a barriga?! Principalmente na reta final .. quando estamos prestes a subir ao altar e a última prova do vestido está chegando, bate aquele desespero e vontade de secar tudo para o grande dia, não é mesmo!?

Mas, qual é a real função do carboidrato na dieta? Nossa principal fonte energética!! Quanto maior o gasto energético diário, maior a necessidade de carboidratos na dieta. Pessoas que praticam esportes, que apresentam um alto gasto calórico, com treinamentos muitas vezes de até três ou quatro horas diárias, precisam ingerir muito mais carboidrato do que alguém que se exercita três vezes na semana, por uma hora. O problema que mais me deparo no consultório, são pessoas com um nível baixo de atividade física, ingerindo exageradamente mais carboidratos do que deveria. Dessa forma, fica impossível alcançar o resultado desejado.

12

Consumir carboidratos a noite não seria o responsável por engordar!! O ponto para engordar é muito mais complexo. Sabe-se que engordamos por uma regra básica de matemática, consumir mais calorias do que gastamos! Consumos exagerados dos grupos alimentares (carboidratos, proteínas e gorduras) e estilo de vida são pontos chaves para aumento de peso.

08

Os carboidratos contribuem para a produção de serotonina (hormônio relacionado ao prazer/bem estar), que combate a ansiedade e a insônia, bem como da melatonina, hormônio que favorece um sono tranqüilo. Ou seja, carboidrato a noite é bom? Diríamos que sim, mas controlar a qualidade e quantidade desse nutriente é o segredo.

Comer muito na parte da noite, independente do nutriente que prevaleça na sua refeição, seja carboidrato ou não, definitivamente impede que qualquer pessoa tenha um sono tranqüilo, uma vez que a noite nosso metabolismo desacelera, assim como o corpo todo, os batimentos cardíacos, o ritmo da respiração e a digestão fica mais lenta. Devemos evitar exageros principalmente dos alimentos ricos em gorduras, uma vez que os excessos obviamente causarão um tremendo desconforto abdominal, impedindo que qualquer pessoa consiga dormir devido a dificuldade da digestão.

Importante alertar que, o ideal é realizar o jantar cerca de três ou quatro horas antes de se deitar para dormir, pois nesse período o organismo tem tempo de realizar a digestão, fazendo com que o estômago não fique tão pesado a ponto de atrapalhar o sono.

Portanto, vamos tomar cuidado com os mitos. Procure um profissional especializado para orientar a qualidade e quantidades que podem ser ingeridas.

11

A Dra. Gabriela Ghedini é nutricionista – CRN 3- 24422, especialista pela Escola Paulista de Medicina e Nutricionista da Clínica Genesis (Av Ibirapuera, n 2315 8 andar. Tel: 5083-4933)

 

(imagens: dicasdebelezaeestetica.com.br/; consultarcpfgratis.net; saude.hsw.uol.com.br)