Mais das mesas que podem ser vistas na exposição do D&D!!! Aos poucos vou mostrando para vocês aqui as mesas que foram decoradas inspiradas nas grandes festas de diversos países!!

As produções continuam no D&D Shopping para quem quiser ir ver de perto!!!

Hoje, vamos de o festival budista Bon Odori; no Japão, o Dia dos Mortos no México; e o Ben Aissa Moussem no Marrocos.

JAPÃO – BON ODORI por LOURDES KAWAKAMI

“Milhares de velas podem ser acesas de uma única vela, e a vida da vela não será encurtada. Felicidade nunca diminui ao ser compartilhada.” BUDA

blog_amarelo_ouro_casa_mesa_decorada_d&d blog_amarelo_ouro_casa_mesa_decorada_d&d1 blog_amarelo_ouro_casa_mesa_decorada_d&d2

A FESTA

Bon Odori ou Obon é um festival budista que honra os espíritos dos ancestrais e que só começa após o pôr do sol devido à crença de que os espíritos só saem durante a noite. Realizada entre julho e agosto (época do verão japonês), a festa tem duração de três dias e é comemorada com danças e comidas típicas.

As lanternas de papel são peça essencial no décor japonês, que traz à mesa louças delicadamente pintadas, os obrigatórios hashis (que substituem os talheres), e motivos que podem trazer as tradicionais carpas, flores ou paisagens do país.

A origem do festival é uma lenda onde um discípulo de Buda pediu ajuda ao mestre para libertar a mãe falecida, presa por maus espíritos. Após seguir as instruções e fazer oferendas, a mãe foi libertada e o discípulo dançou por 3 dias, criando assim a tradicional dança Bon, que lembra a todos dos sacrifícios e bons feitos dos ancestrais.

O momento mais esperado da festa é a hora de soltar lanternas de papel flutuantes na água, que celebram o retorno das almas dos antepassados ao seu reino, culminando com um espetáculo de fogos de artifício.

MÉXICO – DIA DE LOS MUERTOS por CLAUDIA GALLASSO POLACCHINI

“A festa “Dia dos Mortos” do México me conquistou pela forma como eles celebram a morte… com alegria! Para eles é um dia muito alegre, de festa. É o dia que reencontram os parentes falecidos para cantar, dançar e se divertir, bem diferente de outras culturas. Tudo isso com muita cor, doces e caveiras! Foi daí que partimos para a decoração da mesa.”

blog_amarelo_ouro_casa_mesa_decorada_d&d3 blog_amarelo_ouro_casa_mesa_decorada_d&d416

A FESTA

O Dia dos Mortos no México, que acontece entre 31 de outubro e 2 de novembro, não é um momento triste, ao contrário: é uma festa! Com registros da celebração datando da época da civilização Maia, diz a lenda que a Morte e os parentes falecidos vêm fazeruma visita a este mundopara rir e brincar com as pessoas, que em retribuição celebram a vida dos ancestrais.

A festividade é caracterizada pela alegre decoração de cores fortes e contrastantes, pontuada de caveiras sempre sorridentes, floridas e multicoloridas, que enfeitam casas e cemitérios.Há muita música, dança, comidas e brincadeiras, fantasias inspiradas em caveiras e esqueletos e os populares doces em forma de caveiras.

Para os mortos, a tradição é criar altares, oferecer suas comidas prediletas epreparar o Pan de Muerto, pão doce normalmente feito em forma de caveira ou osso. Acredita-se que a festa é presidida pela deusa Mictecacíhuatl, conhecida como a “Dama da Morte“, esposa de Mictlantecuhtli, senhor do reino dos mortos.

MARROCOS – BEN AïSSA MOUSSEM por SILVANA LARA NOGUEIRA

“O Marrocos é uma explosão de cores e sabores, cores vibrantes contrastando com os tons terrosos do deserto. Para esta mesa procurei trazer este visual de contrastes, com a diversidade e a alegria do Marrocos, misturados ao nosso estilo de receber bem. Criei uma mesa para reunir a família e os amigos para comemorar: comemorar as festas, comemorar a alegria, comemorar o que quer que seja!!!”

blog_amarelo_ouro_casa_mesa_decorada_d&d5 blog_amarelo_ouro_casa_mesa_decorada_d&d6 blog_amarelo_ouro_casa_mesa_decorada_d&d7

A FESTA

Maior festival religioso do Marrocos, o Ben AïssaMoussem é uma festa que acontece alguns dias antes do aniversário do profeta Maomé na cidade de Mekness e celebra a figura de SidibenAïssa, fundador da irmandade sufista Aïssawa Sufi no sec. XV, conhecida pela resistência física e práticas que desafiavam a morte de seus membros quando em estado de transe.

O estilo marroquino é rico em cores, com destaque para o roxo, verde e violeta em tons mais profundos, os copos de chá típicos, os tecidos decorados e objetos como lanternas, mobiliário em madeira decorada e tapetes.

A cidade se enche de tendas brancas de formato cônico e há grande movimentação em volta da tumba de bem Aïssa. Antigamente a irmandade comemorava a data de forma assustadora, engolindo de vidro a cobras, mas hoje o hábito só resiste em velhas fotografias, expostas durante as festividades. As celebrações incluem um espetáculo de Fantasia (representações de lutas de cavalaria medieval) além de apresentações de ilusionismo e música, considerada de grande importância para os sufistas.

 

Serviço:

D&D Shopping – Piso Superior

Av. Nações Unidas,12.555 – Brooklin

Coquetel: 12 de novembro

Exposição até 15 de dezembro. Entrada gratuita