Dias de dica Pampers e para acompanhar um chá de bebê fofíssimo da Acuarela Papel Divertido (clique).

Semana passada falamos sobre a preparação de receber em casa o seu bebê, caso ele apressadinho nasça antes do tempo!!!!

Hoje, mais uma vez, através das publicações de Pampers (clique) puxei as dicas de como conservar o seu leite! Aqui vai o artigo!

“Se seu bebê pesa menos de 1.500 g ou tem menos de 35 semanas de gestação, é possível que você necessite extrair leite para que seja ministrado através de uma pequena sonda. Isso preserva sua energia e o incremento de peso, já que ele não necessita fazer nenhum esforço físico para obter o alimento. Em algumas circunstâncias, promove-se o contato pele a pele em virtude dos múltiplos benefícios que essa prática produz, como a regulação da temperatura corporal e o estímulo olfativo. A equipe de médicos orientará em cada situação para que ambos possam estar em contato da forma mais próxima possível.

É importante que você cuide da sua alimentação e do seu descanso. A ingestão de líquidos costuma aumentar de acordo a sua sede e preferencialmente seria necessário eliminar, ou melhor, diminuir o consumo de álcool, cafeína e bebidas estimulantes. O período de lactância, assim como a gestação, não é o momento adequado para levar adiante dietas de baixas calorias ou pobres em nutrientes. A composição e quantidade do seu leite irão se modificando conforme vão passando os dias e sempre que o estímulo seja adequado. É recomendável que durante o dia possam ser feitas extrações a cada 2 ou 3 horas e que durante a noite não permaneça mais de 5 horas sem extrair, sobretudo para evitar as congestões que possam se produzir pela acumulação do leite. Fazer uma massagem suave nos seios, acomodar-se, sentir-se tranquila e segurar uma foto do seu bebê no momento de cada extração são ações que podem estimular sua produção de leite.

O leite recém-extraído pode ser conservado na geladeira por dois dias, no congelador por duas semanas e no freezer por seis meses. Sempre é conveniente guardá-lo em embalagens fechadas para evitar que derrame ou se contamine, e colocá-las na parte superior e posterior da geladeira para que conservem melhor a temperatura.

Uma vez que tenha conseguido o desenvolvimento evolutivo ou um peso adequado, a equipe de médicos realizará a alimentação diretamente por sucção. É possível que esse momento tão esperado seja vivido com a intensidade de um novo nascimento.

O momento adequado para poder fazer com que seu bebê agarre diretamente o peito está relacionado com sua capacidade de manter a temperatura corporal e a presença do reflexo de busca e sucção. Quando isso acontecer, a adaptação consistirá em propor que ele tome diretamente do peito e paralelamente seguir com a provisão do leite materno através da sonda.”